segunda-feira, 30 de junho de 2014

Casa da Passarella O Brazileiro 2013 Rosé

Características
Tipo: Vinho Rosé
Castas: Touriga Nacional e Tinta Roriz
Região: Dão
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: O Abrigo da Passarella
Preço: 4€ vap

Nota de Prova
Nova colheita deste vinho rosado, a segunda sob a etiqueta de "O Brazileiro", e que vem mesmo a calhar em momento de Mundial de Futebol. A fórmula é a mesma. Um rosé que cor rosa muito claro, a fugir ao rosa mais intenso tão habitual, que prima pela frescura da fruta vermelha no nariz bem ligada a um traço mineral perfeito para este tipo de vinho. Na boca temos elegância, de mão dada com uma acidez que nos seca a boca e nos cativa a continuar e a picar qualquer coisa enquanto o bebemos. Sem dúvida que continua a ser um dos meus rosés de eleição não só por este perfil seco, fresco e vivaço, mas também pelo seu preço que também trás frescura à carteira. Um relação qualidade-preço fantástica.

Classificação: 86/100

domingo, 29 de junho de 2014

Colares Chitas Reserva Velho 1999 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Ramisco
Região: Colares
Teor Alcoólico: 12%
Produtor: ARC - António Bernardino Paulo da Silva
Preço: 12€ vap

Nota de Prova
Os vinhos de Colares começam, hoje em dia, a ser cada vez mais procurados pelos novos amantes do vinho, curiosos e conhecedores. É com satisfação que cada vez mais vejo rótulos de vinhos de Colares aparecerem nas redes sociais e nos copos de cada vez mais enófilos. Uma das suas mais valias é a qualidade com que envelhecem e este 1999 é disso bom exemplo. Apresenta cor rubi, de tonalidades avermelhadas e ainda sem grandes notas de evolução. No nariz, intensidade aromática da fruta vermelha, ginja e cereja fresca, ligeiro toque salino, cedro e mineral. Na boca surpreende com a vivacidade que nos brinda em cada gole, corpulento, boa acidez, secura, com muita vida, notas torrados, algum café. Grande complexidade e um final de boca longo. Chama pela mesa, pela comida tradicional da região, chama pelo cabrito no forno. Grande vinho.

Classificação: 90/100

sábado, 28 de junho de 2014

Primeira Paixão Merlot 2012 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Merlot
Região: DOP Madeira
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Paixão do Vinho, Lda
Preço: 16€ vap

Nota de Prova
As vinhas de Merlot para este vinho situam-se numa encosta soalheira do Caniçal, com a influência marítima a fazer o seu papel e a criar um particular microclima para o crescimento desta casta. Daí provavelmente a natural frescura deste tinto, com paladar muito fruta e cativante fazendo desde logo pensar em juntar-lhe um churrasco, mas ao mesmo tempo a percepção que um peixe grelhado ou mesmo um sushi lhe farão boa companhia. Versátil, mas principalmente fresco, equilibrado e com uma fruta fabulosa. Apresenta cor vermelha de média intensidade, aspecto novo e limpo. Aromas frutados, fruta madura, notas florais e boa integração com as marcas de estágio em barricas, como as leves notas de folha de tabaco e especiarias. Perfil cheio de frescura. Na boca está cheio de vida, polido, cheio de fruta e com corpo, as especiarias aparecem leves mas bem colocads e um perfil longo e fresco.

Classificação: 89/100

quinta-feira, 26 de junho de 2014

MonteCapucho 2012 Rosé

Características
Tipo: Vinho Rosé
Castas: Touriga Nacional, Aragonez e Syrah
Região: Lisboa
Teor Alcoólico: 13,5%
Produtor: Quinta dos Capuchos
Preço: 4,00€ vap

Nota de Prova
Um rosé descomplicado, directo, com muita frescura e pronto para um dia a dia de tempo quente, refeições leves ou apenas como bebida de piscina. Cor rosado intenso, ligeiramente avermelhado, aspecto limpo. Aromas directos a fruta vermelha fresca, algum morango, framboesa, com toque floral e mineral que lhe transmite elegância e frescura. Na boca está pronto. Polido, acidez equilibrada e a fruta sumarenta a marcar presença. Final de boca fresco como se pretende.

Classificação Pessoal: 80/100

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Quinta dos Carvalhais Reserva 2010 Branco

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Encruzado e Verdelho
Região: Dão
Teor Alcoólico: 14%
Produtor: Sogrape Vinhos, SA
Preço: 14,80€ vap

Nota de Prova
Este é o primeiro Reserva Branco Quinta dos Carvalhais que é tido e querido como natural sucessão do Colheita Seleccionada nascido em 2004 e que tantas saudades continua a trazer. Confesso-me adepto deste branco. Do Colheita seleccionada e agora do reserva, embora lhe queira dar mais algum tempo, pois desiludiu-me um pouco na boca e procurarei, sem dúvida uma segunda oportunidade. Sem dúvida a guardar para futuros momentos. Cor amarela palha dourado. Aroma intenso com notas salientes de melaço, fruta seca, ainda com muita madeira, baunilhado e adocicado, mantendo bons sinais de frescura. Na boca sente-se boa acidez, corpo, untuoso, cheio e polido. Perde um pouco da frescura que se esperava após um nariz que me cativou. Augura-se longevidade, num final de boca longo e persistente.

Classificação Pessoal: 90/100

terça-feira, 24 de junho de 2014

Uvas Castas 2008 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Alfrocheiro, Aragonez
Região: Vinho de Mesa
Teor Alcoólico: 14%
Produtor: Henrique José de la Puente Uva / Mingorra
Preço: 21€ vap

Nota de Prova
Que casamento tão pouco habitual e tão foragido da lei fui encontrar neste Uvas Castas de Henrique Uva. O Douro e o Alentejo deram as mãos e contra a vontade dos legisladores do vinho uniram castas e fizeram nascer este vinho que, por assim ser, foi classificado como vinho de mesa. Um número baixo de garrafas produzidas, talvez para um nicho de mercado que procura qualidade, procura encontrar bom vinho, seja ele etiquetado com este ou aquele rótulo. Apresenta cor rubi, de média concentração, de aspecto limpo e atractivo. No nariz surge com intensidade a fruta vermelha e preta madura, alguma compota, mas sem fugir de uma fina elegância e frescura não esperadas, com boas notas especiadas, algum cacau e ligeiro vegetal. Boca suave, corpulento, espesso, sem dúvida que é para durar. Complexo e ainda com muita garra e juventude. Final de boca longo e persistente.

Classificação Pessoal: 85/100

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Quinta dos Lobatos 2012 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Tinta Roriz, Touriga Franca e Tinta Barroca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13,5%
Produtor: Sociedade Agrícola Quinta do Javali, Lda
Preço: 10€ vap

Nota de Prova
Este é um vinho que na prateleira engana. A mim enganava com certeza. Já o disse e volto a repetir. Alterem-lhe o rótulo. Um vinho que devido à sua qualidade e preço não pode ficar escondido por trás de um rótulo tão escuro e pouco chamativo. Quanto ao vinho este apresenta cor rubi de média intensidade, mais concentrado no núcleo e mais violáceo no bordo do copo. No nariz surge a fruta silvestre madura, como a amora, e algum fruto preto de árvore como a ameixa preta, algumas notas mais compotadas bem ladeadas por toques frescos de algum vegetal, alguma esteva, giesta, xisto molhado, mineral e refrescante. Boca onde, apesar da fruta madura dominar o conjunto, não deixamos de ter um vinho equilibrado com muita frescura, com taninos polidos, em modo ready e pronto a beber. Final de boca longo e fresco..

Classificação Pessoal: 88/100

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Passadouro Reserva 2005 Tinto

Características
Tipo: Vinho Tinto
Castas: Vinhas Velhas, Touriga Nacional e Tinta Franca
Região: Douro
Teor Alcoólico: 14%
Produtor: Quinta do Passadouro - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: 35€ vap

Nota de Prova
Sempre reconfortante encontrar vinhos que, pelo seu perfil, nos dão desde logo indicações de envelhecimento com qualidade. Este é um desses casos. Toda uma estrutura pronta para ultrapassar as vicissitudes temporais. Aberto em 2014 gritou desde logo que ainda seria cedo. Claro que já brilha à mesa, mas a vivacidade com que está dá completa confiança para o futuro. Cor rubi concentrado e opaco, pouco condizente com a sua idade, está um jovem. No nariz destacam-se os aromas a fruta preta do bosque, com frescura, notas minerais, algum húmus, tudo muito bem ligado e integrado. Palato que nos dá um estalo de vivacidade, frescura e elegância. Cedo demais? Está novo. Taninos marcados, não direi totalmente polidos, mas muito prontos. Conjunto complexo, estruturado, com muito equilíbrio e um final persistente. À mesa com gastronomia portuguesa será Rei.

Classificação Pessoal: 91/100

terça-feira, 17 de junho de 2014

Maritávora Reserva 2012 Branco

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Códega do Larinho, Rabigato e Viosinho
Região: Douro
Teor Alcoólico: 12,5%
Produtor: Maritávora, Investimentos, Lda
Preço: 12,5€ vap

Nota de Prova
Numa manhã de temperaturas elevadas, após ter conhecido a vinha e ter palmeado terreno por entre as videiras com anos e anos de vida, fui conhecer alguns vinhos que nascem neste terroir de eleição. Encantou-me este branco produzido a partir de videiras entre 5 e 50 anos de idade e o primeiro da casa certificado como biológico. Tanto no nariz como na boca destaca-se pelo perfil fresco, mineral e equilibrado. Um fruta cheia de finess e pronto para a mesa, onde deve brilhar com pratos de peixe do rio, pratos com alguma gordura e estrutura para ligar a um branco mineral, com acidez repenicada e um final de boca persistente e elegante.

Classificação Pessoal: 90/100

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Quintas de Melgaço | Alvarinho e Sabores da Mercantina

A Quintas de Melgaço propôs ligar os seus Alvarinhos aos sabores italianos do Restaurante A Mercantina. Pela mão do Chef Giorgio Damásio sabores e aromas de Itália com a massa, os ingredientes frescos e as cores vibrantes. Pelas Quintas de Melgaço a frescura, a acidez estaladiça e a casta Alvarinho da região dos Vinhos Verdes. Um casamento perfeito.

QM ALVARINHO 2013 BRANCO | PVP 7,59€
Cor amarelo citrino, alguns leves esverdeados, aspecto brilhante e límpido. No nariz aromas subtis, de média intensidade, a maracujá, pêssegos, citrinos, floral e final mineral. Boca com acidez no ponto, viril e acutilante, bem sequinho e com perfil frutado agradável e sumarento. Muito fino e elegante, acompanhando com mestria uma focaccia de alecrim que foi servida como entrada. Sem dúvida um Verde de verão para beber despreocupado.
85/100

QM ALVARINHO VINHAS VELHAS 2012 BRANCO | PVP 17,5€
Cor amarelo citrino, definido, aspecto jovem e limpo. Aromas um pouco fechados de inicio, mas que rapidamente se revelam e mostram a tipicidade da casta com um fundo mineral muito interessante. Na boca surge com estrutura e corpo, acidez equilibrada e secura mais fina, alguma untuosidade leve, mais complexidade e com a fruta tropical mais sentida. Com potencial de guarda e com grande versatilidade à mesa. Ligou com um prato de Sparghetti com Ameijoas ligeiramente picante.
89/100

QM ALVARINHO SUPER RESERVA  BRUTO 2010 ESPUMANTE | PVP 17€
A  versatilidade da casta a mostrar-se também ao nível do vinho espumante. De Cor citrino e limpo, apresenta bolha fina e persistente, com nariz onde a maça reineta, algum marmelo, frutos secos e notas de hortelã de misturam em perfeito equilíbrio. No palato surge com espuma cremosa, limpa e fresca, de travo frutado e seco e com boa persistência final. A ligação com a sobremesa não foi a mais feliz, pois este tapou-o completamente.
89/100

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Curva 2013 Branco

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Malvasia Fina e Gouveio
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Sogevinus - Fine Wines, SA
Preço: 4,85€ vap

Nota de Prova
Hoje o dia é todo uma curva ascendente de temperaturas altas com necessidade de um Curva para nos dar a frescura necessária para as aguentarmos sem esforço. As vinhas das quais provêm as uvas para este branco situam-se a 500-600 metros de altitude e isso nota-se na sua frescura. Cor citrina pálida, leves esverdeados, de aspecto jovem, no fundo, quase sem cor. No nariz a fruta madura citrina e tropical aparece fina e elegante, com equilibrio, embora as notas mais doces queiram sobressair, e com muita frescura. Se no nariz nos podia parecer que também na boca nos apareceria algo de docinho do exótico da fruta,o facto é que aqui vai no sentido contrario, acidez e frescura citrina, enche a boca e perdura fresco e elegante.

Classificação Pessoal: 82/100

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Quinta do Gradil | Novidades Fresquinhas

Apresentação das novas colheitas de brancos da Quinta do Gradil brindada com um dia solarengo, como que a chamar pela frescura dos vinhos deste produtor e autenticidade de um lugar onde os vinhos e a informalidade empregada fazem todo o sentido.
A Quinta do Gradil fica a tão somente 30 minutos de Lisboa e é considerada uma das mais antigas herdades do município do Cadaval, com referências históricas do final do século XV e um importante marco histórico da região. Sempre com uma equipa pronta a recebe-lo e com um restaurante, que em tempos foi um celeiro do Marquês de Pombal, que liga com mestria o melhor da mesa da região com os vinhos deste produtor.
Durante o almoço no restaurante da Quinta, com a presença de toda a equipa, foram apresentadas as novas propostas com oportunidade de prova e depois ligação à ementa especialmente concebida para este dia.
QUINTA DO GRADIL VIOGNIER 2013 BRANCO
Cor amarelo citrino, aspecto límpido. No nariz surge elegante, limpo, com boas notas frutadas, pêssego, alperce, perfil mineral e fresco. Na boca está fino e elegante, acidez fina, cariz citrino, pêssego verde, comprimento médio.
PVP 5,99€

QUINTA DO GRADIL SAUVIGNON BLANC ARINTO 2013 BRANCO
Cor amarelo citrino, nuances esverdeadas, aspecto límpido. Aromas citrinos com toque exótico, traço mineral, fresco. Boca com boa acidez, travo frutado e algo doce, bom final de boca. Talvez o mais consensual e também aquele que recolhe mais adeptos. Sem dúvida pronto para o verão.
PVP 5,99€
QUINTA DO GRADIL VIOSINHO 2013 BRANCO
Cor amarelo citrino, pouca intensidade, nuances esverdeadas, limpo. Aromaticamente elegante, fino, com traço a fruta de caroço, algum citrino e floral, complementado por bom mineral. Na boca primeiro impacto para a acidez, elevada, a secar o palato e depois frescura, maçã verde, citrino, com final de boca longo. Uma aposta numa casta que se vê como duriense, mas que aqui tem mostrado grandes resultados.
PVP 6,99€
Houve ainda lugar à sempre magnifica Aguardente Vinica QUINTA DO GRADIL XO para nossa sorte estagiou praticamente esquecida durante mais de 40 ano em tonéis de carvalho Português e Francês. Um delicia para os sentidos que só provando conseguimos ter a noção que esta será por ventura uma das melhores Aguardentes Vinicas de sempre.

terça-feira, 10 de junho de 2014

BULLDOG GIN & Sushi | Workshop e Ligação Gastronómica


O GIN tem finalmente o seu espaço no Blog. Participei à pouco tempo num workshop da Bulldog, à qual se seguiu uma ligação gastronómica ao Sushi, e a experiência foi, de facto, diferente e enriquecedora.
Há muitos anos, idos tempos de adolescência, era uma das bebidas que mais apreciava, o mítico Gin Tónico com Limão, copo long drink, que refrescava e que dava aquele jeito cool nas saídas à noite. 

 Hoje o GIN é uma bebida bastante mais sofisticada e sexy do que antigamente. Não foi só o tipo de copo que mudou. Para além de toda uma indústria que cresceu em redor do GIN há hoje copos e instrumentos próprios, todo um conjunto de ingredientes capaz de cativar o mais céptico, àguas que melhoram a experiência de cada GIN e de cada ingrediente. Mais cor, a mesma frescura e sempre um lado sexy que sempre acompanha a sua imagem.

A Bulldog Gin mostrou-se possuidora de imagem sedutora, moderna e desafiante. Este London Dry Gin possui 3 elementos botânicos exclusivos no mundo: papoila, olho de dragão, flor de lótus), quatro vezes destilada e três vezes filtrada, é engarrafada artesanalmente. É um gin menos seco que os outros gins tradicionais e mais suave, tem um sabor muito floral na boca, com um final límpido que o torna ideal para preparar cocktails. 

Oportunidade também para conhecer o melhor amigo do Gin Lover caseiro e que gosta de ter uma forma prática de transporte dos ingredientes que mais aprecia para todo o lado. O The Gin Box contêm uma selecção dos 10 melhores botânicos reunidos numa caixa prática e funcional. O Pau de Canela de Madagáscar, Estrela de Anis, Flor de Hibisco, Pimenta Rosa, Pimenta da Jamaica, Noz moscada, Cravinho da India, Semente de Coentro, Sementes de Cardamomo Verde e Bagas de Zimbro.

O Sushi e o Gin encontraram-se no final com uma receita pessoal. Cada participante pode meter mãos à massa e perante o que tinha aprendido realizar o perfect serving mais do seu gosto. A minha obra prima, à base de citrinos e canela, ligou na perfeição com o prato de Sushi.

domingo, 8 de junho de 2014

Burmester 2013 Branco

Características
Tipo: Vinho Branco
Castas: Malvasia Fina, Gouveio e Rabigato
Região: Douro
Teor Alcoólico: 13%
Produtor: Sogevinus - Fine Wines, SA
Preço: 4,49€ vap

Nota de Prova
Continuo teimosamente a chamar o verão com as novas colheitas de branco que me vão chegando. Este, mais uma vez, tem tudo para nos fazer companhia não só com temperaturas mais altas, mas também à mesa com peixe grelhado, marisco ou mesmo picar em algo mais carnudo. Visualmente não engana. Aspecto jovem, brilho e aquele amarelo limonada quase transparente no copo. Aromas que continuam pelos citrinos, por alguma fruta de caroço, como o pêssego, e com um perfil mineral muito fresco e elegante. Na boca vai de encontro ao que queremos. Fruta fresca, bom corpo, alguma secura, mas essencialmente fresco e elegante.

Classificação Pessoal: 81/100

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails